quinta-feira, setembro 10

me sinto doente.
é uma sensação esquisita.
doente de tanto vazio - ficou um vácuo e as partículas, os zum-zum-zuns dançam dentro de mim. a chuva entra pelas rachaduras e causa inundação.
a boca está seca. os olhos estão secos. o peito está seco. os braços estão mortos.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. De tarde, nada mais de chuva, Maria. De tarde, será meio dia.

    ResponderExcluir